23 de junho de 2013

Critica: Uma Noite de Crime (2013)

The Purge é a nova produção da produtora Platinum Dunes, responsável pelas refilmagens de Sexta-Feira 13, A Hora do PesadeloO Massacre da Serra Elétrica, entre outros... O filme é o primeiro da produtora a apresentar uma história inédita sem ser uma refilmagem. O filme é também um dos filmes com o menor custo já feito pela produtora, custou apenas US$ 3 milhões de dolares e faturou US$ 53 milhões apenas 11 dias depois da sua estreia, passando a bilheteria de alguns filmes da produtora. Sendo um dos filmes com maior custo/beneficio feito pela produtora e o resultado não podia ser outro, uma continuação confirmada.
O filme ainda não tem data para estrear no Brasil, mas já teve o título alterado de O Expurgo (Que seria a tradução exata de The Purge), para o tosco Uma Noite de Crime (!) Mais um título zuado das distribuidoras brasileiras, por sorte não mudaram para "Os Vizinhos do Barulho" ou "Uma Turma da Pesada".

A premissa de The Purge é criativa, o filme é ambientado em 2022 e mostra uma família que decide se proteger do tal expurgo anual, uma noite em que todo e qualquer tipo de ação fora da lei, como assassinato, estupro, assalto e qualquer outro tipo de crime é permitido sem que isso tenham conseguências e punição legal para a pessoa que participar. O expurgo acontece só uma fez por ano, num período de 12 horas. A casa da tal família é fortemente protegida por um sistema de segurança de alta tecnologia, nada poderia dar errado, até que o filho mais novo da família decide ajudar um sujeito que pedia ajuda na rua e está sendo perseguido por um grupo de mascarados que participavam do expurgo. O grupo cerca a casa e pede para que a família entregue o estranho, ou eles invadiriam e matariam todos os membros da família. É nesse momento que a família fica indecisa em fazer o que é certo, participar diretamente do assassinato de um estranho ou lutar para sair vivos no período de 12 horas.


O primeiro trailer divulgado me deixou na expectativa, e como sempre isso nunca é bom. The Purgue é ruim? Não mesmo! Porém a premissa e o trailer prometiam demais e entregaram de menos. Quem esperava um filme tenso ou violento ficou a ver navios. A sensação que e tive ao terminar de ver o filme foi de que uma ótima ideia tinha sido mal executada. O filme tem muita cena espetacular de ataques, tiros e luta corporal, mas não consegue criar um clima de suspense que se sustente durante toda a produção. Temos uma cena aqui, outra ali com um pouco de suspense, mas ao todo é irregular.

O grande destaque ficou por conta dos dilemas dos personagens e a dúvida em entregar ou não o sujeito aos assassinos para se salvarem. Embora não tenha pretensão nenhum em criar debates, o filme deixa aquela pergunta no ar "Se o crime fosse legalizado você praticaria?". Na parte final a idéia pareceu uma critica aos motivos do ser humano praticar crimes por motivos tolos.


O elenco conta com dois nomes conhecidos, Ethan Hawke (de A Entidade) e Lena Headey (Dredd). Os dois estão bem em cena, com destaque para Lena Headley, como sempre mostrando o quanto é boa (em todos os sentidos). Os personagens são rasos, o roteiro não desenvolve nenhum deles, talvez por isso que não tenha criado embatia com nenhum. O filme entra no clichê batido de personagens bonzinhos se salvando de qualquer situação. Perdi as contas do número de cenas em que algum mascarado vai matar algum membro da família e chega outro e começa a atirar neles. A cenas de confronto são espetaculares, só que chega uma hora que tudo parece repetitivo demais e quando chega ao final o filme perde a força. A parte final que deveria ser a mais tensa do filme inteiro é a mais fraca e sem emoção, com uma reviravolta desnecessária.

Ao todo The Purge é só um bom filme, com um ótimo argumento que poderia ser melhor usado, se focasse mais na violência e no suspense.

 Postado por: Marcelo


Reações:

9 comentários:

  1. POrra mandou bem nessa critica. nao tava commuita vontade ver,mas fiquei meio curioso agora, vou assistir ainda hoje! mesmo que naum tenho empatiapor esse ethan kkkkk, nunca curto filmes com ele,mas vamos la!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor filme do Ethan Hawke continua sendo O Dia de Treinamento. Pode assistir que eu sei que tu vai curtir, é muito melhor que Static. Se bobear é até melhor que Os Estranhos.

      Excluir
  2. Anônimo6/24/2013

    Interessante esse filme vou conferir gostei da critica !! Abraço de um velho seguidor Josias

    ResponderExcluir
  3. To só esperando esse filme ser lançado no cinema. To ansioso pra ver. Adorei a crítica!

    ResponderExcluir
  4. o filmeé legal, mas temhora que chega a cansar em algumas cenas .... SPOILER.................................. na cena q a familia fica procurando o negao la,perdemuito tempocom isso, ficou tudo tao silencioso por muito tempo q me deu sono... mas no geralé umfilme bom, mas nao precisa de sequencia de jeito nenhum!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo7/30/2013

    Tinha tudo pra dar certo, mas por algum motivo ficou faltando. Provavelmente foi o problema da expectativa criada mesmo em cima do trailer. Esperava ver mais o expurgo acontecendo fora da casa... ainda assim valeu a uma hora e meia.

    ResponderExcluir
  6. Elizabeth8/06/2013

    Achei a premissa do filme pra lá de interessante, mas tbm senti que faltou desenvolver mais. Eu teria colocado todo mundo pra dentro da casa, lançado um elo de ligação mais forte entre os primeiros invasores, especialmente entre o líder e o namorado morto da filha, e segurava tudo numa tortura psicológica, bem balaio de gato mesmo, trazendo os outros vizinhos com uma inveja irracional e etc, ia ficar top! Me contratem, eu escrevo o roteiro do 2! kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Anônimo12/26/2013

    Esse filme me estressou. A ideia é boa, mas pede ação e não passividade. O moleque coloca a família em risco para salvar um desconhecido, a filha passa o filme todo brincando de pique esconde no escuro com a casa cheia de bandidos, o pai instala um sistema de segurança 99% seguro que abre com um espirro, a mulher perde o marido, é ameaçada pelos vizinhos e ao invés de virar a exterminadora do futuro, só faltou servir café aos bandidos. Eu daria um tapa na cara de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse... e o filme não é bom, o filme é uma droga... foi o PRIMEIRO filme na minha vida inteira que senti vontade de sair da sala de cinema... apenas isso a dizer! o/

      Excluir